Lost

19 04 2012

Sempre que posso, vou vendo se posso encontrar peças que gostaria de comprar novas para o XA. É evidente que tendo o XS, em principio, terei muitas dessas peças, mas, nalguns casos, por uma questão de paz de espírito, prefiro dispender algo mais, ficando a peça do XS como substituta no futuro.

Hoje, durante o almoço, estive a pesquisar a borracha que se coloca entre a porta superior traseira e a porta inferior traseira, tendo chegado à conclusão que já não se fabrica, embora ainda possa ser encontrada, sob a forma de NOS (new old stock). É o problema tipico de quem tem um carro de maior idade. A não ser que o carro seja incrivelmente popular e feito em números grandes, em que existirá sempre procura até para as coisas mais insignificantes ou que o carro seja estupidamente caro, em que o dinheiro resolve tudo, muitos carros antigos sofrerão dos males tipicos de já não estarem a ser fabricados e os seus fabricantes, entretanto, terem deixado de os considerar interessantes, ao ponto de não fazerem peças novas.

O Range Rover padece desse mal, pois embora quase tudo esteja disponível, as coisas que faltam poderão dar origem a dores de cabeça aos donos no futuro. Um exemplo? Os guarda-lamas traseiros dos Range de duas portas. Assim que soube, preocupei-me de imediato em garantir que os dois guarda-lamas do XS ficam comigo e são devidamente limpos e guardados.

Poderão dizer que em alguns casos é impossível ter todas as peças e concordo. O tablier do Range pré-airbag tinha várias cores possíveis e só com grande boa vontade se fará o dispêndio necessário para ter um stock de ambas. Mas o desaparecimento completo de peças poderão inviabilizar futuras reparações e restauros de clássicos a não ser que se recorra à solução (que empreguei) de canibalizar outro veiculo, o que leva ao desaparecimento de mais um exemplar.

A continuar assim, qualquer dia, certas espécies comuns nas nossas estradas (Datsun, Corolla, Escort de tracção à frente, Corsa são alguns exemplos de que me recordo) estarão extintas a não ser em museus ou fotografias. Não querendo dizer que não grandes marcos na história automóvel, merecem apesar de tudo, ser preservados como exemplos do nosso modo de vida. O que, receio, não virá a suceder.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: