Peak

2 07 2013

Já aqui escrevi sobre Sebastien Loeb, algo quase inevitável quando os carros são o tema central de um blog. Não vale a pena regressar a polémicas sobre se é ou não o piloto mais talentoso de todos os tempos. É conversa inútil e fiada, e, por mim, voto Nuvolari.

O que faz de um piloto o maior de todos os tempos? Não sei. Mas uma coisa é certa, está na galeria dos maiores. Existe um antes e um depois nos rallies relativamente a Seb Loeb. Perdeu-se espectacularidade mas ganhou-se rapidez. Impressiona-me o “apanhar” um carro  todo atravessado como fazer com que um carro que circula a velocidades espantosas num piso que parece berlindes pareça, afinal, que está em carris.

Falo disto por causa de Pikes Peak 2013. Pela primeira vez, Monsieur Loeb decidiu visitar este terroir. Sem receios de defrontar alguns especialistas e veteranos de muitos anos desta prova. Ganhou. A distância para os demais? Dava para fumar o pensativo cigarro queirosiano.

Bravo!


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: