Le Mans

15 06 2014
Audi R18 - vencedor de Le Mans 2014

Audi R18 – vencedor de Le Mans 2014

Existe uma piada futebolistica que este fim-de-semana extravasa para outros dominios futebolisticos. Para justificar as vitórias nas competições internacionais da selecção alemã, quando não é favorita, costuma dizer-se “o futebol são 11 contra 11 e no fim ganha a Alemanha”. A disciplina táctica férrea e a mentalidade inquebrável justificavam (e continuam a justificar) desempenhos acima do esperado.

Este ano, esse mesmo ditado poder ser adaptado a Le Mans: “Le Mans é uma corrida de automóveis e no fim ganha a Audi”. O Audi R18 não era o mais rápido (era o Toyota), nem Audi é a equipa mais vitoriosa de sempre nesta prova (é a Porsche), mas, na última década e meia assistimos a 13 vitórias “e meia” da Audi  (a vitória de 2003 é de um Audi com um emblema da Bentley à frente). Uma eficácia brutal com o rácio perfeito de velocidade (sempre necessária numa corrida) e resistência (essencial em 24 horas). Ao longo de todo o ano, quem segue as corridas de resistência foi ouvindo que este ano é que era, este ano é que a rainha caia do seu pedestal. Para os lados de Ingolstadt  um silência que poderia ser interpretado como arrogância. Pura ilusão.

Ao longo dos últimos anos temos assistido ao dominio de certos intervenientes nos desportos motorizados: Schumacher, Red Bull, Vettel, Rossi (e, provavelmente, Marquez) e, claro, Loeb. Essa repetição é indutora de monotonia. Mas no caso da Audi tal não sucede porque na maior parte dos anos (não todos é certo, mas mais que suficientes) tem tido desafios por parte de construtores que são sérios no desafio que enfrentam e que dão, verdadeiramente, luta à marca do Sr. Horch. Por isso, cada ano, o desafio é novo e, cada ano, a vitória, tenho a certeza, é tão saborosa como no ano anterior.

Pode a Audi descansar nos seus louros? A resposta é claramente não. A vitória deve-se, em grande parte, ao infortúnio da Toyota, que divulgou que já está a preparar o carro de 2015 (pessoalmente, recomendaria água benta no radiador. A história dos azares da Toyota em Le Mans (desde os tempos do GT-ONE) começa a ganhar foros de lenda urbana). Por outro lado, o outro concorrente oficial chama-se Porsche, o que dispensa explicações adicionais. Pelo que hoje é dia de festa e amanhã começa um novo ano de trabalho. Muitos parabéns à Audi e aos seus pilotos Tréluyer, Lotterer e Fässler. Glória aos vencedores e Honra para os vencidos. Até para ano.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: